Método Kiber

Maio 19 2011

 

 

            A Obesidade Mórbida é considerada uma doença crónica e corresponde a uma epidemia global.

 

            Pessoas com obesidade mórbida - que estão com 45 quilos ou mais acima do peso normal - fazem parte do grupo que mais cresce nos Estados Unidos. De acordo com pesquisa do Instituto Rand Corporation, a proporção de pessoas obesas aumentou em 50% de 2000 a 2005. Esse número representa um crescimento duas vezes mais rápido do que o aumento de pessoas com obesidade considerada moderada.

 

            A Sociedade Espanhola de Cardiologia (SEC) advertiu recentemente um aumento “alarmante” de obesidade mórbida na Espanha nos últimos anos. Assim, em 1993, relataram ter esta condição 1,8 de cada 1.000 habitantes e em 2006 o valor foi de 6,1, representando um crescimento de mais de 200%.

 

            No Brasil a velocidade do aumento da obesidade determina em grande impacto na saúde pública. Na América Latina é aceito que 200 mil pessoas morram anualmente devido à Obesidade; em decorrência dos factores relacionados com a obesidade, hipertensão arterial, diabete melito 2, dislipemia, doença coronariana, apnéia do sono, câncer entre outros. A taxa de mortalidade é 12 vezes maior em homens entre 25 e 40 anos quando comparada a indivíduos de peso normal.

 

            Israel Kamakawiwo'ole, nome artístico de Israel Ka‘ano‘i Kamakawiwo‘ole, nasceu em 20 de Maio de 1959, em Honolulu (Havai) – falecido em 26 de Junho de 1997, Honolulu. Foi um cantor havaiano muito popular no seu estado (onde continua sendo mesmo depois de sua morte). Usava também o nome "Braddah IZ".

 

            No Havai, de onde é oriundo, sempre foi famoso não só pela música mas pelas letras que exprimiam o amor pela sua cultura e raízes (Israel era descendente de uma linhagem pura de nativos havaianos). Também nunca ocultou a sua posição a favor da independência do Havai e de defesa dos direitos dos havaianos.

 

            Em diversos álbuns musicais lutava pela independência do Havai e direitos humanos dos habitantes locais. A ilha foi invadida militarmente pelos Estados Unidos no ano de 1898, tornando-se estado norte americado em 1900.


            Anteriormente a chegada dos ocidentais (europeus e norte-americanos) os nativos do Havai viviam numa sociedade altamente organizada, auto-suficiente e subsistente, baseado no arrendamento de terras comunais, possuindo um sofisticado idioma, cultura e religião.

 

            Um de seus álbuns mais famosos foi "Facing the Future", de 1993, trabalho que o lançou para a fama mundial, onde consta o tema "Over the Rainbow/What a Wonderful World", uma versão que mistura dois clássicos da música dos E.U.A.: “Somewhere Over the Rainbow”, do filme "O Mágico de Oz"/"O Feiticeiro de Oz", e “What a Wonderful World”, onde apenas se ouvem a sua voz suave acompanhada pelo seu ukelele, que rapidamente se tornou um êxito mundial e que lhe rendeu vários prémios. Esta música aparece em diversos episódios de séries norte-americanas como Cold Case e E.R; também foi trilha dos filmes, Meet Joe Black (Encontro Marcado, de 1998), Finding Forrest (Encontrando Forrest, de 2000) e, mais recentemente, 50 First Dates (Como se fosse a primeira vez, de 2004).

 

            Ao longo da sua carreira musical, Iz debateu-se com muitos problemas de saúde relacionados com o seu peso excessivo chegando a pesar 343 kg, para um corpo com 1,88m. Aos 38 anos, faleceu devido a problemas respiratórios causados pela obesidade mórbida.

 

            Em todos os cantos do Havai, ainda se escuta a música dele.

 

            Ele criou um estilo contemporâneo da música tradicional Havaiana ao gravar o clássico "Somewhere Over The Rainbow. Em 2001 foi lançado o cd "Alone In IZ World", um álbum póstumo contendo vários sucessos e temas inéditos.

 

PROF. KIBER SITHERC

 

 

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 23:01
Tags:

Outubro 08 2010

 

            Em Julho de 2006, foi divulgada a triste notícia sobre os obesos americanos.

 

            Um número cada vez maior de americanos está se tornando gordo demais para caber nas máquinas de raio-X e de ultra-som, segundo uma pesquisa publicada no último número da revista especializada Radiology.

 

            O crescente problema de obesidade entre os cidadãos dos Estados Unidos significa não somente que eles são grandes demais para os aparelhos, mas também que têm gordura demais para as ondas sonoras penetrarem. Segundo a pesquisa publicada na Radiology, o número de exames que falharam por conta da obesidade dos pacientes dobrou nos últimos 15 anos.

 

            O problema não está limitado aos aparelhos de raio-X, porém. Alguns hospitais já aumentaram o tamanho de suas camas para atender pacientes obesos. E as companhias aéreas estão desenvolvendo aviões com capacidade de carregar mais peso, porque os passageiros estão ficando maiores.

 

            Exames impedidos

 

            A equipe de pesquisadores liderada pelo médico Raul Uppot, do Hospital Geral de Massachusetts, notou que estava vendo cada vez mais pacientes cujo tamanho os impedia de passar por exames radiológicos. Uppot e sua equipe decidiram então verificar os registros radiológicos entre 1989 e 2003 para verificar a extensão do problema.

 

            Ano a ano, eles verificaram um pequeno, mas significativo, aumento no número de exames que tiveram que ser abandonados porque o paciente era gordo demais. Imagens de ultra-som foram as mais afetadas, porque as ondas sonoras precisam penetrar a pele e o tecido adiposo antes de chegar aos órgãos que precisam ser examinados.

 

            Os autores do estudo advertiram que diagnósticos importantes poderiam ser perdidos se as pessoas não puderem ser examinadas. Segundo o governo dos Estados Unidos, 64% da população americana está acima do peso ideal.

 

PROF. KIBER SITHERC 

 

 

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 00:16
Tags:

Março 01 2010

 

           O regime dietético do leite e do mel é uma dieta curta (apenas dois dias) que serve principalmente para ajudar a sua dieta de diminuição de peso, quando parece estar com quilos excessivos. Nessa dieta, você terá direito a 750 calorias diárias se beneficiando dos alimentos que ela indica. A combinação do leite e do mel funciona porque fornece cálcio, proteína e também dá energia. É uma excelente opção para se fazer num final de semana por dois motivos, o primeiro é voltar ao trabalho na segunda-feira mais levinha, e o segundo é pelo final de semana ser menos activo que um dia de semana, onde você sentiria muito a ingestão de apenas 750 calorias tendo que trabalhar, pegar o auto-carro etc.
 
            Ementa:
            Pequeno- almoço - Batido de mel
            1 ovo
            1 copo de leite desnatado 240ml
            2 colheres de chá de mel
            Bata no liquidificador, se preferir um sabor mais refrescante e activo adicione ao batido uma colher de sopa de sumo de limão.
 
            Almoço: 75g de carne magra fria (Peito de peru, presunto…) ou 250g de queijo fresco ou requeijão.
            Salada de vegetais (combine 5 dos exemplos).                    
            Vagem, beterraba, cenoura, couve-flor, aipo, pepino, alface, cebola, rabanete, tomate e agrião.
 
            Jantar: Batida de mel (Ver pequeno-almoço).
Entre as refeições é permitido tomar água, chá e café sem açúcar mas pode colocar aspartame, stévia… qualquer adoçante.
            Evite tomar o chá e o café 30 minutos antes ou 30 minutos depois do almoço, eles atrapalham o seu organismo de absorver o ferro dessa refeição. Já uma limonada com adoçante cai muito bem.
            Você pode colocar 2/3 de xícara de leite desnatado para uma das xícaras de café ou chá que você for tomar ao longo do dia, poderá tomar no meio da tarde.
 
            Nota: Faça apenas por 2 dias.
            Passados os 2 dias, você pode continuar a substituir o pequeno-almoço pelo batido de mel se assim desejar.
 
PROF. KIBER SITHERC
 
 
kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 03:34
Tags:

Fevereiro 25 2010

 

            A Dieta de Leite é uma dieta que foi promovida pelo Bernarr Macfadden, no início do século passado, nos princípios da segunda década.
 
            Fez-se várias pesquisas e voltou a ser retomada. No 2000 quando o pesquisador Michael Zemel, chefe de departamento e director de Nutrição do Instituto de Nutrição da Universidade do Tennessee, EUA, comprovou que pessoas submetidas a dietas de restrição de calorias, mas que ingerem grandes quantidades de leite e lacticínios, perdem em média 69% a mais de gordura corporal do que aquelas que não consomem.
 
            Qual a explicação científica para isso? Segundo dados da pesquisa, é o cálcio, aquele que faz um excelente trabalho para os nossos ossos e dentes, descobriu-se que uma dieta com muitos lacticínios, consequentemente rica em cálcio, faz com que as células do nosso organismo armazenem menos gordura, além de aumentar a actividade daquelas que queimam as gorduras. Isso porque uma boa quantidade de cálcio no sangue é como um sinal que avisa as nossas células para deixarem de armazenar e começarem a queimar. 
           
            Como em toda a dieta da moda, que surgem prometendo eliminar milagrosamente os quilinhos a mais que atormentam 9 em cada 10 mulheres, é bom tomar alguns cuidados. “Estas dietas podem até promover uma perda de peso rápida, no entanto não sabemos os resultados em longo prazo, porque são muito restritivas e às vezes eliminam fontes de nutrientes importantes para o organismo”, afirma Luciana.
 
            O ideal é fazer um cardápio alterando, com frutas, legumes, verduras e saladas, cereais integrais, fontes de proteínas e incluir três ou quatro porções de lacticínios. Evite natas, e creme de leite, que apesar de serem da mesma família, são grandes fontes de gordura e pobres em cálcio. Dê preferência aos lacticínios magros como leite e iogurtes desnatados e queijos e requeijões nas versões light. 
            Para tirar proveito deste poderoso mineral, você deve ingerir cerca de 1.000 mg por dia (dose recomendada para mulheres entre 19 e 50 anos).
 
            Inclua em sua dieta:
            Leite desnatado, com menos calorias e gorduras
            Queijo magro
            Requeijão light
            Iogurtes desnatados
             Inclua iogurte e queijo nos lanches intermediários.
            Tome um copo de leite antes de dormir.
             Evite saltar refeições e coma a cada três horas.
            Siga o cardápio até alcançar o peso desejado.
             Beba cerca de dois litros de água por dia.
            Poderá beber com intervalos entre 1,5 a 2 litros de leite por dia.
 
PROF. KIBER SITHERC

 

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 20:37
Tags:

Fevereiro 11 2010

 

            Com a chegada do verão, surge a preocupação feminina da estética, então a maioria segue a dieta chamado tipo yo-yo, que como o tal brinquedo conhecido se move para a frente e para trás, para cima e para baixo, chega-se sempre ao mesmo ponto de partida, segundo essa dieta, ora se engorda, ora se emagrece, até se passa fome, depois se empanturra até fartar. Por vezes, obtém-se até mais quilos antes de iniciar a dieta.
            Ora, todas essas mulheres têm dificuldade em emagrecer, procuram todos os produtos e fórmulas mágicas e imagináveis, acabando depois em dietas drásticas. O desequilíbrio alimentar, faz com que a pessoa ao privar-se de certos elementos (gorduras e açucares, por exemplo) ceda necessariamente a impulsos qualificados de gulodice, quando o próprio organismo privado de determinados nutrientes os reclama, sem que a pessoa possa se opor a esse imperativo biológico.
            É natural que depois se caia na frustração e na angústia, a nossa sociedade criou padrões de beleza bastante magros, considerados modelos de perfeição que por vezes não correspondem a um corpo saudável.
            O sucesso só será positivo quando se descobre a origem da compulsão por comida. Ao descobrir o motivo torna-se mais fácil mudar de hábitos e criar novos padrões mentais para a mudança. É importante descobrir o que a leva a comer compulsivamente. Há pessoas que quando se sentem tristes perdem o apetite, porém, outras comem que nem umas desalmadas. Quando a criança é recompensada por uma gulodice, é natural que se sinta sempre atraída por um gelado ou um bolo, em vez da tradicional sopa em que era obrigada a comer.
            O nosso cérebro poderá associar determinados alimentos com situações e lembranças agradáveis, por isso, no cinema poderá comer pipocas, na praia poderá deliciar-se com bolas de Berlim ou gelados.
            Com a criação de novos padrões mentais, passaremos a ver a comida como uma fonte de prazer saudável, isto é, comeremos para viver, escolheremos alimentos saborosos propícios à nossa saúde, e não usaremos os alimentos como uma gula compulsiva, vivendo apenas para comer insaciavelmente. 
            O peso a mais é um desequilíbrio, a obesidade é uma doença. Nenhuma obesa gosta dela própria. Ela sente-se insegura e através da gula isola-se de gordura para se proteger. Em geral procura satisfazer um vazio, que nunca será preenchido, porque se come por compulsão, depois se arrepende daquilo que se empanturrou. Há a sensação de se desejar comer sem ter fome, e por vezes surge a dúvida se tem fome ou não. 
            Um dos grandes erros é pensar na lista dos alimentos proibidos, daqueles alimentos que tanto gostava e abusava, mas cheios de calorias. Ora essa lista proibitiva só lhe vai trazer ansiedade, pior ainda, quando fará projectos que nunca irá comer tais alimentos. Pense antes dos alimentos saudáveis e de baixas calorias. Procure informar-se sobre o assunto.
            Lembre-se que emagrecer e manter o peso certo, só é possível com uma grande mudança de hábitos. Medite na seguinte fórmula: “Eu estou a emagrecer dia após dia, eu gosto muito de mim, estou escolhendo os alimentos saudáveis”.
 Aqui ficam algumas dicas: Nunca vá às compras com fome procure comer primeiro. Experimente comer em pratos mais pequenos. Não ponha a travessa recheada de comida em cima da mesa. Coma mais vezes ao dia e pouco de cada vez. Evite petiscar quando vê televisão. Não use líquidos à refeição. Coma muitas frutas, de preferência antes das refeições, mas não as misture.
 
PROF. KIBER SITHERC 

 

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 01:54
Tags:

Só temos uma vida, por isso, teremos que vivê-la intensamente de uma maneira agradável e positiva. Faça tudo o que estiver ao seu alcance, antes que seja demasiado tarde! Pensamento Positivo! kiber-sitherc@sapo.pt

contador gratis
Interactividade
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


pesquisar
 
blogs SAPO