Método Kiber

Janeiro 23 2011

 

            Mas, acredite, isso não está errado. Pelo menos é o que confirmam alguns médicos. "Um banho por dia já seria mais do que suficiente", diz a dermatologista Luciana Conrado. "E se a pessoa realmente sentir necessidade de tomar dois, é melhor que, no segundo, use o sabonete apenas na área genital e nas axilas."

 

            Alguns médicos chegam a recomendar o popularmente conhecido banho de gato, em que, com uma tolha húmida e sabão, é feita a higiene básica nos braços, entre as pernas e na sola dos pés. "Em países como a França, isso é comum pela cultura deles, e seria suficiente para manter a limpeza do corpo", ressalta a dermatologista. "Aqui no Brasil, um país tropical, é mais difícil, pois a população sente necessidade de se refrescar."

           

            Diz a sabedoria popular que... quanto mais banhos tomamos, mais limpos ficamos. Lavar-se com um bom sabonete e enxaguar logo em seguida com água quente deveria matar todos os germes presentes na pele. No entanto, estudos médicos indicaram exactamente o oposto. O uso de sabonete velho e liso (ao contrário de sabonetes anti-bacterianos) não mata as bactérias presentes na pele. Além disso, o uso do sabonete pode transferir as bactérias para o ambiente em redor, como por exemplo, a área do chuveiro.

 

            Tomar banho regularmente é o ideal para uma boa higiene pessoal. Tomar banho demais, porém, pode ter efeitos potencialmente prejudiciais para a pele. O aconselhável será um banho por dia, ainda assim, é recomendável “pular” uns banhos de vez em quando!

 

            A camada mais externa da superfície de nossa pele (chamada de estrato córneo ou camada córnea) funciona como uma barreira feita de células mortas da pele. Essas células mortas da pele dão protecção para as camadas localizadas abaixo, com células saudáveis. A camada córnea é mais do que simplesmente células mortas - é também formada por lipídios que são compostos de gordura que ajudam a manter a pele húmida, protegendo o indivíduo contra as variações de temperatura.

 

            Sempre que toma-mos banho (especialmente banho quente), com sabonete e uma esponja, estamos a prejudicar a camada córnea da pele. O facto de “esfregar” acelera ainda mais esse processo. Quanto mais banhos toma-mos, mais isso acontece e, a pele tem menos tempo para refazer a produção natural de óleo. Além disso, a camada córnea da pele pode simplesmente desaparecer ao ser esfregada, expondo as células saudáveis. Como resultado, a pele de quem toma banhos demais é geralmente seca, irritada e rachada.

 

            Outro problema relacionado a "muitos banhos" é o uso de toalhas. Apesar do acto de esfregar-se com uma toalha seca após o banho ser uma prática comum, danifica a pele. “Secar-se ao vento” é o que há de melhor para fazer após um banho, porém, se não tem tempo para esperar a água “evaporar” ou não gosta de andar pelado pela casa, pode usar uma toalha. Apenas certifique-se de que ela seja macia e não se esfregue – dê pequenas chapadinhas para enxugar-se.

 

            A química da pele é diferente de pessoa para pessoa, então, tomar banhos diariamente pode não ser tão prejudicial para uns como é para outros. Pode também proteger a sua pele usando sabonetes macios e água morna em vez de água muito quente e passe um hidratante após o banho.

 

            É preciso haver um equilíbrio entre pele limpa e saudável.

 

PROF. KIBER SITHERC 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 15:00
Tags:

Só temos uma vida, por isso, teremos que vivê-la intensamente de uma maneira agradável e positiva. Faça tudo o que estiver ao seu alcance, antes que seja demasiado tarde! Pensamento Positivo! kiber-sitherc@sapo.pt

contador gratis
Interactividade
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14

16
18
19

24
27
29

30
31


pesquisar
 
blogs SAPO