Método Kiber

Outubro 30 2009

        

           Como alcançar a felicidade? Apesar de ser o desejo de todo o ser humano, mesmo assim, fica sempre além das suas expectativas e esperanças. Ora, a felicidade não é pílula que se tome, para se obter, nem tão pouco existe um elixir mágico que nos transforme nas pessoas mais felizes do mundo.

             A felicidade é um estado mental, que para se conseguir exige de nós uma alteração no nosso estilo de vida. Se agirmos sempre da mesma maneira, obteremos sempre os mesmos resultados, mas se procedermos de maneira diferente os resultados serão outros.

            Em geral, as pessoas não gostam de mudar, quando as coisas correm mal, torna-se mais fácil culpar os outros. Quando consciencializam-se que terão que mudar, então, surge a luz, significa que a pessoa está à beira da felicidade.

            O MÉTODO KIBER é a terapia mental que nos leva à mudança para encontrarmos a felicidade. Consiste o método na alteração dos nossos pensamentos, na modificação da nossa linguagem, variação da nossa postura e dos nossos gestos.

            A mudança é essencial para a cura. Se nós modificarmos as nossas representações internas, modificaremos a nossa fisiologia, e se nós modificarmos a nossa fisiologia, postura, expressões, gestos, etc. Automaticamente mudaremos as nossas representações internas, a nossa mente e todo o nosso pensamento.

 

            O meu método consiste em vários sistemas e terapias simples e eficazes:

            Vocabulário transformacional: consiste na modificação da nossa linguagem limitadora, indo para uma mais positiva e de sucesso.

            Linguagem corporal: alteração dos nossos gestos corporais, e aprendizagem de gestos positivos e fortalecedores.

            Cromoterapia: modificação e adaptação das cores que nos podem favorecer à mudança da nossa vida.

            Grafoterapia: reeducação da personalidade através da escrita.

 

            O meu sistema terapêutico adapta-se bem a qualquer paciente.

            Que doenças ou problemas se podem resolver com o MÉTODO KIBER?

            Todas as doenças psicossomáticas e distúrbios mentais se podem curar com este método: complexos de inferioridade, timidez, gaguez, melancolia, fobias, traumas, impotência sexual, etc.

 

             O meu sistema de tratamento não entra em conflito com qualquer crença religiosa ou filosofia de vida, a ideia do pensamento positivo poderá ampliar e aperfeiçoar o nosso estilo de vida e o relacionamento com as pessoas em nosso redor.

 

                                                                                                                     

 

 IDEIAS SÃO FERRAMENTAS

 

            Li há muitos anos um artigo publicado num jornal em que um indivíduo criticava um abre-latas eléctrico, rápido, sofisticado... que um vizinho lhe mostrou. Ele defendia nesse jornal o seu abre-latas manual, procurando todos os argumentos possíveis e imaginários: ecológicos, económicos, tradicionais, patrióticos e conservadores.

            Muitas pessoas são assim, defendem as suas ideias antigas e conservadoras, não procurando darem-se ao trabalho de analisarem as suas convicções se estão certas ou erradas. Por mais incrível que nos pareça, não deixam de ter razão desde que as suas ideias sejam úteis e possam contribuir para a sua felicidade.  

            Lembro-me de um velho comerciante, que para abrir o garrafão, usava um velho saca-rolhas, espetado num pau, segurava o garrafão entre as pernas e fazia toda a força que podia, até ficar exausto e transpirado. Eu admirava-me por ele não usar um saca-rolhas de orelhas, ou outro mais prático; mas possivelmente não tinha outro, ou achava que não valia a pena mudar.

            Como as ferramentas, as ideias poderão mudar, evoluir com o tempo, segundo as nossas necessidades ou então serão ultrapassadas. Há pessoas por não crerem evoluir, ficam estagnadas, como as águas paralisadas de um charco, pois as suas ideias ou convicções, poderão não ajudar; como velhas ferramentas que ficaram enferrujadas e inutilizadas, serão obsoletas na concretização dos seus projectos. Por vezes as ferramentas usadas não são adequadas, usar a faca da cozinha em vez da chave de fendas, ou uma pedra na substituição de um martelo, é como ter ideias que não são convenientes, pois não servem para nada.       

            Mas, cuidado com as nossas avaliações, o nosso julgamento poderá não ser o mais correcto, deveremos ser prudentes nas nossas críticas e apreciações, o que para nós não é útil poderá ser indispensável para os outros. Deveremos ter em mente a seguinte máxima: “Se todos os gostos fossem iguais; não se usava o amarelo”.

            Não vamos questionar se uma chave de fendas ou um alicate se é verdadeiro ou falso, mas se tem aplicação para o seu utilizador o que interessa realmente é se esse utensílio é útil para o seu utente.

           Ideias, religiões, filosofias de vida processam-se da mesma maneira, poderão ser úteis se elas forem bem aplicadas pelos seus detentores e aí gerarão fruto como uma boa semente se tratasse. Se todas as ferramentas são úteis, então todas as religiões, ou filosofias de vida poderão ser essenciais. 

            Como ferramentas que se adaptam ao nosso estilo, assim poderão ser as ideias ou religiões. As ideias fazem parte da vida, e todas elas são necessárias, e até são várias, porque os utilizadores são diversos.                        

            Desde sempre, o homem necessitou das suas crenças, como se fossem ferramentas para que pode-se subsistir; é certo que muitas das suas ferramentas eram primitivas, como eram as suas superstições e mitos.        

            O que seria do homem sem as suas crenças, o que seria de certas sociedades sem as suas ideias ou religiões! O homem necessita das suas ideias (ferramentas), para viver; para se resguardar; para se defender; para se impor como uma regra de fé e de prática.

            O mapa não é o território, cada um de nós constrói o seu mapa mental de acordo com realidade onde se insere, as palavras e as ideias (ferramentas), que nós usamos não são a realidade, mas sim instrumentos que nós usamos, em função para compreender essa mesma verdade. 

           

           

            Veja o próximo número na Boa Estrela, a: PROGRAMAÇÃO MENTAL “O valor da amizade”. Descubra a importância da amizade e o segredo de como manter os amigos para sempre.

 

PROF. KIBER SITHERC

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 00:35

Só temos uma vida, por isso, teremos que vivê-la intensamente de uma maneira agradável e positiva. Faça tudo o que estiver ao seu alcance, antes que seja demasiado tarde! Pensamento Positivo! kiber-sitherc@sapo.pt

contador gratis
Interactividade
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

26
27
28
29
31


pesquisar
 
blogs SAPO