Método Kiber

Abril 05 2010

 

                Algumas mensagens transmitem a ideia de que se é diferente ou estranho.

            - Mas João…, sempre tens cá uma ideia!

            - És doido; não te compreendo.

            - És esquisito… desde criança que és assim… os teus irmãos não fazem coisas destas.

 

            - Não vejo ninguém fazer o que tu fazes.

            A criança começa a perguntar na sua cabeça: “Como sou?”, “E os outros o que dizem de mim?” E estas mensagens dão-lhe uma resposta: “Sou esquisito, louco, diferente”. Este “Eu sou assim” fica gravado na cabeça e depois comportar-se-á toda a vida de forma estranha ou diferente, se não rescindir.

            É provável que na escola faça parvoíces, ao ver os colegas rirem-se, achará que é um bom comediante e assim cativará amigos.

 

            Se ele não quebrar esse padrão mental, fará loucuras inconscientemente para apoiar a sua “mensagem de loucura” que o programou desde a infância. É natural que ele diga frequentemente, por vezes com um certo orgulho, de sentir-se diferente: “Eu sou doido…”

            Se for violento desculpar-se-á: “Não se metem comigo, porque eu sou doido…”

 

PROF. KIBER SITHERC 

face.gif

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 00:16

Só temos uma vida, por isso, teremos que vivê-la intensamente de uma maneira agradável e positiva. Faça tudo o que estiver ao seu alcance, antes que seja demasiado tarde! Pensamento Positivo! kiber-sitherc@sapo.pt

contador gratis
Interactividade
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15

18
19
22
23
24

25
27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO