Método Kiber

Janeiro 29 2010

 

Anatonicamente, todos conhecem o nosso tendão de Aquiles. A origem remota à antiga Ilíada. Segundo Homero, a deusa Tétis, ao mergulhar no rio Styx, o seu filho Aquiles para o tornar invulnerável, a água molhou todo o corpo da criança, excepto o calcanhar pelo qual ela o segurava. Esse ponto fraco acompanhou-o para toda a vida, denunciando o futuro herói da sua condição humana, e foi a origem da sua extinção. Aquiles altivamente pretendeu mostrar que era invencível. Na sua arrogância, na guerra de Tróia, venceu duros combates e destacou-se como um herói, mas Páris feriu-o com um dardo no calcanhar, assim Aquiles encontrou a morte.
Todos nós temos o nosso calcanhar-de-aquiles, uma fraqueza, uma insegurança ou vulnerabilidade que, de vez em quando, nos prega uma cilada. Todos nós sofremos de vulnerabilidades que afectam nossos relacionamentos, nossas carreiras e nossos êxitos pessoais. Se você descobrir o seu “calcanhar-de-aquiles”, poderá iniciar a transformação de suas fraquezas em fontes de energia.
Ora, o “calcanhar-de-aquiles” caracteriza a parte de nós mais fraca e o nosso mais forte desafio. O segredo está em identificar e descobrir esse ponto sensível e vital. Esse ponto poderá tornar-se um estímulo para o nosso crescimento, e aperfeiçoamento da nossa condição humana. Em geral, somos como Aquiles, ignorando as vulnerabilidades e esquecendo de reforçar as fontes de energia. 
Como Aquiles, o bíblico Sansão, também ignorou o seu “calcanhar-de-aquiles”, deixou-se trair por Dalila, que lhe cortou as suas tranças e perdeu a sua força. Foi o preço que ambos pagaram por ignorarem o seu ponto fraco. Se nós ignorarmos e insistirmos em negar as nossas fraquezas, não tomando conhecimento, esse ponto fraco se manifestará na devida altura como uma cilada.
Como Aquiles, esse seu ponto fraco o acompanhará. Resistir ao seu “calcanhar-de-aquiles”, é esconder, negar ou subestimar o seu ponto fraco em vez de tentar compreender a origem de toda essa vulnerabilidade e fraqueza. Lembre-se, a Natureza nos fez maiores que nossas dificuldades ou fraquezas. Você é maior do que o seu “calcanhar-de-aquiles”.  
Aquiles em proporção era muito maior, comparando com o seu ponto fraco, apenas uns centímetros vulneráveis do seu calcanhar, que lhe provocaram a sua destruição. À semelhança de Aquiles, muitos de nós encaramos nossas fraquezas como se elas fossem a única medida de nossas características, de nosso valor. Ao contrário de avaliar-nos como um todo, de um modo geral positivo, deixamos que nossas inquietações nos convençam que aqueles pormenores (do rosto, ou da cintura) sejam mais importantes do que o conjunto formado por nosso corpo, mente e carácter.
Lembro-me de ter lido há muitos anos, numa revista feminina, em que muitas actrizes, desabafavam de determinados pormenores do seu corpo, apesar de nós achá-las belas, todas possuíam o seu “calcanhar-de-aquiles”, queixavam-se do nariz, boca, e outras partes do corpo. Uma delas confessava que na praia usava uma blusa para esconder os seus generosos seios, outra na praia procurava esconder os seus pés na areia. Muitas pessoas normais como elas, têm características que as limitam.  
Ao lembrar-se um pouco, nos momentos críticos em que ficou triste e frustrado, verá que foi devido ao seu “calcanhar-de-aquiles”. Descubra o seu ponto fraco, faça uma lista das suas fraquezas, físicas ou mentais: no amor, no aspecto financeiro, etc. Depois procure mudar, faça desse ponto fraco a sua força positiva. Dessa fraqueza transforme-a em fonte de energia, não a subestime poderá ser-lhe útil.  
    
 PROF. KIBER SITHERC
 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 00:56

Boa tarde,

Sou jornalista e gostaria de entrar em contacto consigo. Não tenho conseguido nem por telefone nem por e-mail. De que forma posso fazê-lo?
Obrigada
Ana Martins a 25 de Junho de 2012 às 13:18

Só temos uma vida, por isso, teremos que vivê-la intensamente de uma maneira agradável e positiva. Faça tudo o que estiver ao seu alcance, antes que seja demasiado tarde! Pensamento Positivo! kiber-sitherc@sapo.pt

contador gratis
Interactividade
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
14
16

17
23

25
27
28
30

31


pesquisar
 
blogs SAPO